Livro_Pensando_a_vida

Livro_Pensando_a_vida

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

A obediência parcial de Abraão

Gênesis 13: 1: “Saiu, pois, Abrão do Egito e foi para o Neguebe, com sua mulher e com tudo o que possuía, e Ló foi com ele.”

Olhando para a vida de Abraão podemos aprender muitas coisas. Ele foi um homem que foi chamado amigo de Deus, mas a bíblia não tem heróis supra-humanos. Abraão era um homem comum, devido a esta condição cometeu muitos erros. Aqui neste versículo encontramos um destes erros. No capitulo 12.1 o Senhor mandou que Abraão saísse da terra que habitava. mas não apenas isso, ordenou também que deixasse os seus parentes. Ele deixou a terra, mas levou consigo a Ló, que era filho de seu irmão, ou seja, sobrinho dele.

Obediência parcial e desobediência, Ló e um símbolo de obediência parcial. Lembre-se que o casal Abraão e Sara não podia ter filhos, ela era estéril e já bem idosa como seu marido também. Imagine o que um sobrinho significa para um casal nessa condição. Bem, o resultado da companhia de Ló não foi lega, houve um problema entre os funcionários deles, algo que deu na divisão do grupo. 

Abraão deixou que o seu sobrinho escolhesse para que lado ele ia, Abraão por sua vez iria na direção oposta. Ló escolheu uma bela campina que tinha duas cidades, Sodoma e Gomorra. Você sabe como as pessoas viviam ali, o pecado dominava os habitantes daquelas cidades. Deus decidiu destruir e conta isso para Abraão e quem estava vivendo lá? Ló estava lá, Abraão diante de Deus clamou por ele, Deus mandou anjos e salvou a Ló. A mulher dele  ficou pelo caminho, ela tinha o seu coração lá ,  virou uma estatua de sal.

O que eu aprendo e que a obediência parcial tem consequências semelhantes as da desobediência. Ló se tornou um peso na vida de Abraão. Tem coisas em nossas vidas que nos atrapalham demais, coisas que trazemos juntos de nos por medo ou por falta de confiança em Deus.
Podemos aprender com este erro de Abraão. Obediência parcial e igual a desobediência.
Obedeça ao Senhor integralmente.


Um abraço, JM

Nenhum comentário: