Livro_Pensando_a_vida

Livro_Pensando_a_vida

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Está chegando o Natal!

"Ela dará à luz um filho, e você deverá dar-lhe o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados".
Tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor dissera pelo profeta:
"A virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe chamarão Emanuel" que significa "Deus conosco".


A maior festa do mundo, famílias inteiras se deslocam quilômetros para simplesmente estarem com os seus queridos. Sabemos que Jesus não nasceu em dezembro, isso é fato, (basta estudar um pouco de geografia bíblica) mas que pecado há em se lembrar do seu nascimento na data errada? Se não fosse dia 25 de dezembro seria outro dia. E se não tivesse uma data marcada, será que nos lembraríamos de quando Ele nasceu? Acho que não, pois nos esquecemos de aniversários de pessoas bem mais "próximas" de nós do que Jesus.

O que é mais belo no Natal é que apesar de toda ênfase consumista e do mito do papai Noel, no mundo todo, até em países não cristãos as pessoas se lembram ano após ano que Jesus nasceu, é um fato histórico. É visível a mudança que o clima de natal faz no mundo, as pessoas ficam mais solidárias, as cidades mais bonitas, as famílias mais unidas, o mundo mais colorido.

Jesus nasceu, e para isso a bíblia diz que uma grande luz resplandeceu, não as das arvores de natal que se acendem no mês de dezembro, não as shoppings que alumiam seus produtos, não as das avenidas, das fachadas das igrejas, dos presépios, nem as do trenó do papai Noel, nada disso.

A grande luz que resplandeceu foi o próprio Jesus que nasceu e disse; "Eu sou a luz do mundo", e que o segue jamais andará em trevas. Isso é Natal, no seu verdadeiro sentido, gente que andava em trevas viu grande luz resplandecer. Aleluia!

Mas e a troca de presentes? Pra que isso? Aprendemos isso com os reis magos que foram até a manjedoura ver o Menino Jesus, e lá colocaram presentes, ouro, incenso e mirra. Coisas preciosas para alguém muito precioso. Hoje não levamos presentes à manjedoura do Menino Jesus, até mesmo porque Ele não é mais o Menino Jesus, hoje nós trocamos presente entre nós (aprendi com o Ed René), pois Jesus disse que quando fazemos ao próximo fazemos a Ele. Então, presenteamos Jesus presenteado ao outro, abençoamos Jesus quando abençoamos ao próximo.

Imagine só, se nos lembramos que Jesus nasceu uma vez por ano e tudo fica bem melhor, imagine se em todos os dias da sua vida houvesse essa lembrança? Não seria bem melhor a sua vida? João disse em seu evangelho que todos que o receberam, receberam também o direito de serem filhos de Deus, e o Paulo em uma de suas cartas disse que o Espírito Santo testifica em nosso espírito que somos filhos de Deus. Se em nosso coração recebermos a Jesus como Senhor e Salvador todos os dias serão como o Natal.

Pense bem, pessoas mais solidárias todos os dias, e não apenas nos dias de dezembro; ruas mais bonitas e iluminadas todos os dias; famílias se confraternizando sempre que possível e não apenas em dezembro; trocas de abraços e de presentes sempre que der vontade, é realmente o mundo seria bem mais bonito se mais e mais pessoas recebessem a Jesus como Senhor e Salvador.

Aos que não gostam de comemorar o natal em 25 de dezembro por um ou outro motivo vai o meu abraço e uma pergunta: Vocês têm outra data para celebrar o nascimento de Jesus? Eu sei que não tem, já joguei no time de vocês, sejam felizes, Jesus nos libertou de todo jugo, inclusive o religioso. Por isso podemos aproveitar o dia 25 de dezembro e todos os outros dias para sermos livres e felizes na presença do nosso amado "Aniversariante", Jesus Cristo.

Um abraço e um FELIZ NATAL,
JM

 

Nenhum comentário: