Livro_Pensando_a_vida

Livro_Pensando_a_vida

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Meu limão, meu limoeiro...Natureza transformada

“Se alguns ramos foram cortados, e você, sendo oliveira brava, foi enxertado entre os outros e agora participa da seiva que vem da raiz da oliveira,” Romanos 11:17

Ontem eu fui passear com minha família e mais um casal de amigos numa das praias aqui da minha cidade. Depois de almoçarmos e tomar um delicioso sorvete olhando o mar no fim da tarde nos levantamos e fomos dar uma caminhada pelo calçadão. Levamos o pequeno triciclo da minha filha para ela brincar um pouco e aproveitar mais o passeio. Durante a caminhada encontramos muitas crianças, uma mais linda que a outra, e cada uma com o seu brinquedo, uma com carrinho, outra com bicicletinha, outras ainda com o triciclo.

 Bem, eu observei o comportamento da minha pequena filha, e vi que toda vez que ela via um brinquedo diferente do seu ela o queria para ela, não quis nem mais ficar no seu, mas queria os das outras crianças. Eu percebi que desde bem pequenos temos uma tendência a não estar satisfeitos com aquilo que temos. A diferença entre a criança e nós adultos é que a criança ainda não sabe se conter, ela grita, chora, faz pirraça, tentar tomar o brinquedo da outra, mas nós adultos somos mais contidos, porém a nossa falta de contentamento é a mesma.  Eu estou aprendendo cuidando da minha filha que algumas coisas em nosso caráter nascem conosco, é por isso que a bíblia diz em Provérbios 22.15 que a estultícia está no coração da criança. Existem coisas que são inerentes à nossa natureza.

Quando olhamos uma mudinha daquela que tem um cheirinho bom, ali no cantinho dificilmente sabemos dizer se é limão ou mesmo se é laranja ou outra fruta cítrica qualquer, não dá para saber ainda.  Mas o tempo vai passando, você deixa aquela pequena muda ali, ela cresce e começa a produzir seus frutos, você olha prova dele e descobre que é um limoeiro. O que um limoeiro produz? Limão, cada arvore reproduz segundo a sua espécie, não é verdade? Será que tem jeito de fazer com que o limoeiro deixe de produzir limão e passe a produzir outro tipo de fruto? Tem, mas é preciso mexer na natureza do limoeiro, é feito um corte na base dele é colocado nele um raminho (bulbo) de outra espécie, daí para frente os dois se fundem e se tornam um. O antigo limoeiro passa a ser outra planta, como por exemplo, a doce tangerina, pronto, o limoeiro passou a  produzir outro tipo de fruto.

Quando olhamos a criança a achamos linda, é de fato é mesmo, não peca ainda, mas logo que tiver oportunidade ela vai fazer o que? Pecar está nela, por isso ela precisa ser ensinada no caminho do Senhor e se converter. A nossa natureza precisa ser modificada, a nossa tendência natural é para o pecado, mas se formos transformados por Jesus podemos começar a produzir outro tipo de fruto, o Fruto do Espírito Fomos enxertados em Jesus, a oliveira verdadeira, Paulo disse isso, então a nossa natureza foi transformada, nascemos de novo!

Se o enxerto não for bem cuidado ele pode de um lado produzir limão e do outro a nova fruta, é necessário ir podando aqueles ramos do antigo limoeiro, pois por muito tempo àquela tendência para produzir limões vai continuar incomodando. Isso me ensina sobre o discipulado e sobre a vida com Deus, é um relacionamento diário, pois a nossa tendência a produzir “limões” está presente dentro de nós, mas se lutarmos diariamente contra ela, os frutos serão outros.

Que o Senhor transforme a nossa natureza!


JM

Nenhum comentário: