Livro_Pensando_a_vida

Livro_Pensando_a_vida

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

A lepra e a insensibilidade, isso tem haver comigo?

Marcos 1.40,41: "Um leproso aproximou-se dele e suplicou-lhe de joelhos: “Se quiseres, podes purificar-me!” Cheio de compaixão, Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: “Quero. Seja purificado!” Imediatamente a lepra o deixou, e ele foi purificado."


Eu estava lendo um dia desses algumas coisas sobre a lepra e seus sintomas e achei algo interessante para destacar aqui.
Entre os sintomas da lepra existe a insensibilidade, o Dr. Paul Brant, passou a sua vida em estudando a lepra, e a sua maior preocupação era encontrar um modo de fazer com que o portador da doença voltasse a sentir dor, ou seja, recuperar a sensibilidade. Que coisa estranha! Mas segundo o Dr. Paul Brant essa era uma maneira de ajudar o leproso, pois a dor o protegeria. Muitos doentes de lepra não têm seus membros, os perderam.

 Eu já fui a um leprosário e vi muitas lá sem os dedos, a língua, os lábios, nariz, olhos entre outros. Estes se encontravam assim exatamente porque não sentiam dor. A doença tira toda a sensibilidade de determinadas áreas, daí a pessoa se machuca, se queima, tropeça, e não sente nada, com isso as feridas se agravam sem a pessoa perceber. Infecções levam à perda do membro ferido, pois quando percebem é tarde demais.
Na bíblia a lepra é uma simbologia para o pecado, ela desfigura, isola, deixa incessível e etc. O pecado faz assim também. Hoje em dia temos vivido algo entre a comunidade cristã que parece muito com este sintoma da lepra que citei: a insensibilidade.

Nós, muitas vezes vemos o que está acontecendo ao nosso redor, mas não sentimos nada, quando muito uma ‘dó’, mas não fazemos nada. O mundo ao nosso redor se deteriora e o que fazemos? Nada. A nossa vida muitas vezes está toda dominada pelo pecado, mas deixamos que permaneça assim, a não ser que este pecado tenha consequências públicas, do contrário vamos levando a vida como dá, sem sentir nada.
Nós precisamos ser tocados por Jesus. Precisamos voltar a sentir dor pelo nosso pecado, pelo pecado do mundo ao nosso redor.

Precisamos sentir o outro. Somos cristãos, mas muitos de nós tem se tornado insensível.
Quanta coisa poderia ser diferente se fossemos mais sensíveis? Como a nossa vida com Deus seria se sentíssemos mais o pecado quando o cometêssemos?

Como precisamos ser tocados por Jesus! Que toda insensibilidade seja curada pelo Seu toque!


JM

Nenhum comentário: